ATENÇÃO! Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Aceitar

kombucha

A primeira vez que soube da existência do Kombucha foi na Mercearia Bio, e
curiosa fui pesquisar um pouco, para perceber a nova tendência, que há muito é
utilizada nos países asiáticos e que acredita-se nasceu na China, em 221 a.C. E fiz
descobertas impressionantes que irei aplicar, com toda a certeza nas minhas
Consultas de Nutrição!
Possui um sabor agridoce, avinagrado e semelhante ao da sidra, e é obtido
através da fermentação do Chá Verde ou Preto (Camellia Sinensis) com o Scoby
(Symbiotic Colony Of Bacteria and Yeast) e com açúcar refinado. Devido ao facto
de não ser comercializado, o Scoby (que tem a aparência de um disco gelatinoso),
deve ser doado, normalmente através de grupos no Facebook ou através do boca-
a-boca popular. A fermentação demora entre 7 a 14 dias, e enquanto o açúcar é
consumido pelo scoby, são produzidas bactérias, leveduras e álcool, que depois se
transformam em ácido ácetico (vinagre). Ao fermentar, o disco expande-se e
divide-se em pequenos discos – ou seja, mais fungos, que depois podem ser
aproveitados para fazer mais bebida. Desde tempos ancestrais que este chá é
feito de forma caseira, mas na década de 90 começou a ser vendido
comercialmente. A Captain Kombucha é a mais recente e popular e é produzida
em território nacional e exportada para vários países!
Tratando-se de uma bebida probiótica, com inúmeras bactérias benefícias
para a nossa saúde, a sua principal função é a regulação do trânsito intestinal,
quer seja em casos de diarreia ou obstipação, muito semelhante ao efeito do Kefir.
E a vantagem não fica por aqui, pois como não advém do leite ou derivados, pode
ser utilizada em casos de intolerância à lactose.
Outro benefício, recai em melhores níveis de energia, devido ao ferro, que
resulta da fermentação, e que melhora o transporte de oxigénio no sangue, e pela
presença da teína, substância presente no chá.
Outra grande vantagem desta bebida é que ela é desintoxicante e
antioxidante (devido à presença de vitamina C), ajudando deste modo no nosso
sistema imunitário (na recuperação de inflamações, através da eliminação de
toxinas e no combate aos radicais livres).
Em termos clínicos, um benefício muito interessante e que deveria ser
experimentado pelos indíviduos com esta sintomatogia é ainda a melhoria no
desconforto gastrointestinal, advindo da bactéria Helycobater Pilori. Menos
dores abdominais, menos azia ... com certeza que propocionará uma melhor
qualidade de vida!

Com tantos benefícios... há contra-indicações?
Por ser ainda um produto recente na zona Ociental, não existem muitos estudos
que comprovem os seus benefícios e/ou contraindicações. Por este motivo, deverá
ser consumida moderadamente (1 a 2 copos por dia), como chá quente ou bebida
refrigerada. O seu consumo em excesso poderá ter efeitos adversos, como
distúrbios gastrointestinais, reacções alérgicas e particularmente em pessoas que
são mais sensíveis às bebidas ácidas ou com insuficiência renal. Quem sentir
desconforto deverá excluir o seu consumo. Como sempre, o equilibrio é a palavra-
chave na Nutrição e da Alimentação Saudável!
Eu vou experimentar e vocês?

Adriana Sales
Nutricionista

Destaques

cartão freguês - biscoitos e bolachas

Para os aderentes do Cartão Freguês da Mercea...

Ler Artigo
Receitas

broa de castanhas e milho

Não há melhor maneira de começar um domingo,...

Ler Artigo

Saiba mais

sobre a sua encomenda

282 476 686 ou 967 320 206
Livro de Reclamações
© mercearia bio 2021, todos os direitos reservados